Como é trabalhar com telemarketing


Bom dia, gente.
Hoje venho compartilhar com vocês um relato referente ao trabalho que eu tinha fora do blog. Eu trabalhava em uma empresa de Call Center, onde fiz treinamento para atendimentos críticos da Anatel. 

Muitas pessoas pensam que quem faz esse tipo de atendimento são rôbos rs, juro que também pensava que era uma pessoa virtual que fazia toda tratativa mas na verdade não é. São pessoas assim como eu, como você que faz atendimento a outras pessoas. Sabemos muito bem que não é nada fácil lidar com o ser humano mas é algo que nós ajuda a refletir no bem estar do próximo, trabalhar como representante de atendimento especializado me ajudou a pensar mais no próximo, como a outra pessoa está, o quê ela está sentindo, demora um pouco mas aprendemos a guardar nossas emoções pra escutar o quê o outro está questionando. É bom quando resolvemos um problema que para o cliente parecia um monstro de 7 cabeças, as vezes é algo tão pequeno que se não tivermos atenção e paciência o problema ira aumentar muito. 

Um tempo atrás passou uma reportagem no Fantástico (se não me engano) falando sobre o emprego de telemarketing, como as pessoas que trabalham com isso se sentem quando se deparam a alguma reclamação ou elogio. Só pra explicar, telemarketing não se refere apenas a vendedoras, também tem pessoas que trabalham com telemarketing pra registrar reclamações ou elogios, cobrança e outros. 

Devemos aprender a ter amor ao próximo, porque assim como quem te escuta não sabe quem você é e não pode perder o respeito, você que fala também não sabe quem está te escutando e querendo de ajudar na maioria das vezes, escutamos pra ajudar no possível e quando alguém faz algo errado, existe punição pra isso, acredite, sempre funciona. 

Minha rotina é bastante complicada porque além de trabalha com call center também tenho que trabalhar aqui no blog, por conta disso preciso de planejamento (esse que nunca coloquei em pratica) e organização. A empresa ela valoriza muito quem quer ser valorizado, dá muitas chances de crescimento, dá oportunidades pra faculdade ou até mesmo curso técnico. Se você se destaca recebe premiação que se chama "Muito Mais", onde indica os representantes que bateram todas as metas nos atendimentos com procedimentos corretos e qualidade em prestar o serviço ao cliente. 

Uma dica:
"Não adianta bater todas as metas que a empresa exige, se seu cliente diz que você é mau educado e desrespeitoso." 

Duas vezes ao ano é feita essa comemoração de reconhecimento do representante, onde os gerentes, líderes, supervisores e os representantes escolhidos participam. Fora isso também temos área de descanso com mesas de jogos (ping pong), sinuca e até temos uma sala zen. Pra que o clima não fique muito estressante, também temos a rádio da empresa, que sempre coloca músicas de fundo pra que fazemos um trabalho de qualidade. 

Espero que tenham gostado do post de hoje, o texto está como se eu ainda estivesse trabalhando na empresa mas como o tema era muito bom eu quis compartilhar com vocês. Quero acrescentar uma coisa, se essas empresas tivessem acompanhamento ao psicólogo 100% das pessoas que trabalham nela continuariam trabalhando e não se sentiriam sobrecarregados pela maneira que são cobrados e tratados pelos clientes. 

Kisu,
até o próximo post 🎔

Comentários

  1. Oi, Jaque. ٩(。•́‿•̀。) Trabalhar com telemarketing é realmente horrível porque as pessoas não tem um pingo de empatia com o trabalhador. Fora que em alguns lugares é escravidão pura e o salário não compensa. ><

    Cordialmente, Amanda || https://occhiolismus.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heey, Amanda :3
      Bem vinda ao blog 🎔

      Sim, acho que todo emprego no qual você lida diretamente com o público você acaba tendo problemas quanto a falta de noção/educação das pessoas. Parece que no telemarketing é pior porque você não vê a pessoa e tudo pela internet/telefone tem mais força na hora de desmerecer o trabalho dos outros. Não mesmo, nessa empresa eu tinha o salário + plano de saúde + vale alimentação + passagem fora as premiações que rolava durante o mês mas nem todas são assim, infelizmente.

      Obrigada pela sua visita.
      Kisu,
      Jaque de Lua 🎔

      Excluir
  2. Que legal esse post
    Muitos esclarecimentos sobre essa área que move nossas vidas...
    Seu blog é lindo,já estou seguindo
    Beijinhos

    Cátila Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heey, Cátila :3
      Sim, basicamente tudo o que compramos tem algum canal de atendimento.
      Obrigada, seja bem vinda.

      Kisu,
      Jaque de Lua 🎔

      Excluir
  3. Oi Jaque,
    Eu já trabalhei com telemarketing, mas eu era do setor de cobranças. Eu amava poder falar com pessoas do Brasil todo e a sensação de resolver um problema para o cliente é maravilhosa. E é claro que sempre atendemos algum cliente ignorante, mas é como você disse, é importante ter empatia, pois aquela pessoa pode estar tendo um dia ruim.
    E concordo contigo, acesso à psicólogos tinha que ser primordial dentro de empresas de call center.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heey, Leslie
      Sim, as vezes o problema do cliente é tão pequeno mas ele está tão revoltado que quando a gente resolve rápidinho eles ficam todos encantados e a gente sente uma realização de trabalho bem feito. Eu fiz treinamento pra Anatel mas atendi na Ouvidoria, são dois setores graves, o que é normal a gente pegar bomba. Então os problemas fáceis de resolver eram poucos, a gente só recebia reclamação que já estava sendo enrolada a semanas e as vezes até meses.

      Kisu.

      Excluir
  4. Eu nunca trabalhei com telemarketing mas fiz curso anos atrás (estava nas matérias do curso de computação da época). Meus primos trabalharam e ainda trabalham com isso; também acho que deveriam ter psicólogos à disposição.. Alguns telefonemas acabam com a saúde mental :(

    https://itslizzie.space/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heey, Lizzie
      Sim, infelizmente existe setores como mencionei no comentário acima que só recebem bomba, são reclamações extremas que já passou pela central de atendimento e ninguém conseguiu resolver. Eu acredito que é necessário um psicólogo porque essas bombas sobram pra essas pessoas e a gente escutava cada coisa que eu principalmente saia da empresa me sentindo um lixo. Muitos casos de pessoas que saíram da empresa com depressão, ansiedade e que teve que começar a se medicar.

      Kisu.

      Excluir
  5. Eu adorei esse post...
    Trabalhei em telemarketing por 3 anos e meio e foram os piores anos da minha vida, a empresa que eu trabalhava era péssima e pior ainda era o meu setor, que era de recorrência, ou seja, só problemas de pessoas que já estavam ligando há dias e não tinham solução.
    Nunca mais quero voltar a telemarketing, a falta de respeito dos clientes é péssima. Sai de lá com depressão, crise de ansiedade e ataques de pânico...


    bjsss
    Carol Justo | Justo Eu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heey, Carol :3
      Nossa, sei bem como é, eu atendia na Ouvidoria e era receptivo mas as vezes atendia como Anatel, era bem pesado! Entendo bem, infelizmente muitas pessoas saem dessa área com vários problemas psicológicos. Confesso que meus sintomas pioraram depois que eu saí porque comecei a me sentir inútil porém a empresa que eu trabalhei era muito boa, os clientes que eram péssimos.

      Kisu.

      Excluir
  6. Olá!!! meu primeiro emprego foi de telemarketing, lembro que aprendir muita coisa, o meu produto era bem facil, eu gostava bastante.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

─ Você está no lugar certo pra deixar seu carinho e suas dúvidas;
─ Todos os comentários são revisados antes de serem publicados;
─ Irei retribuir o carinho no post que eu mais me identificar;

Muito obrigada pela visita e se gostar do blog, não esqueça de seguir 🎔

back to top